Texto -A +A

Higiene bucal e química do creme dental

Saúde na Escola

A Semana Anual de Mobilização Saúde na Escola irá promover ações que incluem o incentivo à higiene bucal, como a escovação com cremes dentais e uso de fio dental.
Publicidade

Dos dias 11 a 15 de março de 2013 ocorrerá a Semana Anual de Mobilização Saúde na Escola. Essa mobilização dará início a importantes atividades que devem ser aplicadas durante todo o ano. Essa é a segunda edição desse projeto e, dessa vez, participarão cerca de 30 mil escolas em 2300 municípios.

Aproximadamente 14  milhões de alunos da rede pública do ensino fundamental e médio, bem como das creches e pré-escolas, passarão por uma triagem durante a semana e a visita dos profissionais de saúde continuará ao longo do ano para realizar um acompanhamento.

Os temas centrais que serão abordados são: obesidade infantil e saúde ocular. No entanto, outros aspectos serão verificados, sendo que um deles é a avaliação da saúde bucal dos estudantes.

A prevenção nesse ponto é importante porque contribui não apenas para a melhoria do aprendizado, mas também para a qualidade de vida das crianças. Afinal de contas, aluno com dor de dente não consegue prestar atenção na aula, isto é, se ele conseguir ir à escola!

Os nossos dentes são importantes no processo de mastigação e ingestão dos alimentos, bem como no aspecto social também. Há constrangimento, transtornos de relacionamento e transtornos psicológicos, bem como isolamento social por parte de pessoas que apresentam infecções, cáries nos dentes e mau hálito.

Criança com cáries

A cárie é uma doença infectocontagiosa que é propiciada por uma má higiene bucal, dieta alimentar incorreta, fluxo salivar, micro-organismos, entre outros aspectos. Vamos entender melhor como ela se desenvolve:

  • Estrutura dos dentes:

Os dentes são estruturas mineralizadas que ficam implantadas na mandíbula e maxilas. A imagem abaixo mostra as três principais partes da anatomia dos dentes: a coroa, o colo e a raiz. Mostra também o esmalte, a dentina, a polpa e o cemento que são encontrados na estrutura do dente:

Anatomia do dente

Existem terminações nervosas na dentina e na polpa que se forem atingidas por processos infecciosos, originam vários tipos de dor. A dor da dentina ocorre quando se come doces ou alimentos muito frios e/ou quentes. Já a dor da polpa é forte, bem mais intensa que a da dentina, é contínua, pulsátil e espontânea.

  • Processo de formação de cáries:

O principal componente do esmalte dos dentes é a hidroxiapatita, um sal duro que é praticamente insolúvel em água, possuindo a seguinte fórmula molecular: Ca5OH(PO4)3(s).

A nossa boca possui uma temperatura amena, em torno de 36ºC, ela está permanentemente úmida e possui fluxo de nutrientes através da alimentação. Assim, ela se torna um ambiente propício para a proliferação de micro-organismos. A nossa saliva possui proteínas que formam uma camada invisível sobre os dentes, onde se acumulam as bactérias. Elas se alimentam dos açúcares dos alimentos e vão se proliferando, formando a chamada placa bacteriana ou biofilme.

As bactérias metabolizam o açúcar e formam ácidos, como o ácido lático. A hidroxiapatita pode ser atacada por ácidos, dessa forma ocorre o que chamamos de desmineralização, em que a hidroxiapatita é dissolvida, formando-se, então, cavidades nos dentes e originando as cáries:

Equilíbrio de dissociação da hidroxiapatita dos dentes – desmineralização e mineralização

O consumo de comidas e bebidas ácidas, como o refrigerante, resulta na presença de ácidos em nossa boca, fazendo com que haja íons H+ que irão reagir com as hidroxilas (OH-), provocando um deslocamento do equilíbrio da reação acima no sentido da reação direta. Os OH- são essenciais no processo de mineralização e, sendo neutralizados pelos íons H+, a mineralização se reduzirá consideravelmente. Isso significa que a desmineralização será favorecida, a hidroxiapatita vai ser mais consumida e irá fragilizar o esmalte dos dentes.

  • Limpeza e higienização dos dentes (prevenção de cáries):

Escovar os dentes com uma pasta alcalina, ou seja, que possui o pH maior que 7, faz com que essa reação ocorra no sentido inverso, no da mineralização.

A placa bacteriana se forma constantemente, mesmo em dietas pobres em açúcar; por isso a importância da sua retirada com frequentes escovações, principalmente ao acordar, após as refeições e antes de dormir, além do uso do fio dental.

Criança escovando os dentes

Se isso não for feito, ocorrerá a deposição de sais minerais sobre os dentes, que originam o tártaro. O tártaro é mais sério, pois essa estrutura rígida só pode ser removida pelo dentista.

Os principais constituintes dos cremes dentais são substâncias que desempenham as funções de abrasivo ou agente de polimento (um creme dental pode conter um ou mais tipos de abrasivos). Esses compostos são insolúveis em água e os mais usados são: monoidrogenofosfato de cálcio (CaHPO4), carbonato de cálcio (CaCO3), pirofosfato de cálcio (Ca2P2O7), dióxido de silício (SiO2), óxido de magnésio (MgO), metafosfato de sódio (NaPO3) e óxido de alumínio (Al2O3).

Esses abrasivos são básicos, diminuindo a acidez da boca, porque, como já foi dito, o meio ácido favorece a formação de cáries.

Os cremes dentais também contêm corante, espumante, umectante, aglutinante, edulcorante, solvente e agente terapêutico. Também podem ser adicionados flavorizantes, espessantes, conservantes e aromatizantes.

Um importante componente dos dentifrícios são os sais de flúor (como o monoflúor fosfato de sódio (Na4(PO4)F) e o fluoreto de sódio (NaF)), pois eles ajudam a combater a desmineralização da hidroxiapatita e mantêm os dentes mais resistentes. Observe que são “sais de flúor”, portanto, o íon que atua é o fluoreto (F-), e não apenas o flúor (F), como falam as embalagens das pastas de dentes.

Observe como o íon fluoreto (F-) atua:

A fluorapatita mantém o equilíbrio químico

Os íons fluoreto (F-) substituem os íons OH- na hidroxiapatita, formando a fluorapatita (Ca5F(PO4)3), que é ainda menos solúvel em água e torna o esmalte dos dentes mais resistente ao ataque dos ácidos, pois como mostra o equilíbrio acima, não se forma a hidroxila em sua dissociação.

Assim, os cremes dentais possuem importantes funções, tais como remover as placas bacterianas, limpar, polir, clarear os dentes, prevenir e combater a cárie e o tártaro.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Publicidade

Água x Incêndios

Inscrições

ProUni

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Dica de redação

Dica de Redação

Dica

Curiosidades do sono