Texto -A +A

Amnésia digital

Saúde na Escola

A amnésia digital acontece porque a cada dia mais as pessoas acreditam que uma informação não precisa ser gravada na memória, pois está salva em algum dispositivo eletrônico.
Publicidade

No mundo cheio de informações em que vivemos, fica cada vez mais difícil lembrar-se de coisas relativamente simples, como o telefone do melhor amigo. Isso acontece porque os aparelhos celulares armazenam o número, assim, precisamos apenas de um toque para que o amigo seja chamado. Mas será que o uso dessas tecnologias afeta a memória dos humanos?

Uma pesquisa recente conduzida por uma empresa de cibersegurança do Reino Unido (Kaspersky Lab) revelou que o uso cada vez maior de tecnologias digitais está prejudicando ativamente a nossa capacidade de memorização. Segundo a pesquisa, as pessoas estão cada vez mais dependentes de equipamentos eletrônicos para armazenar informações.

Como constantemente o homem busca por informação em aparelhos eletrônicos, o cérebro “não se preocupa” em guardar informações. Isso faz com que não sejamos capazes de construir uma memória a longo prazo. Entretanto, muitas vezes, não estamos preocupados com esse fato, uma vez que acreditamos que as informações importantes estão armazenadas. Essa experiência é definida pelos especialistas como amnésia digital.

A pesquisa, que contou com a participação de seis mil adultos distribuídos por oito países da Europa, chegou à conclusão de que mais de um terço dos entrevistados preferiam pesquisar a informação em dispositivos eletrônicos em vez de consultar a nossa principal máquina de memória: o cérebro. Além disso, o estudo revelou que as pessoas conseguiam lembrar-se dos números de telefone da sua infância, mas se lembrar dos números atuais era um processo mais difícil.

Outro problema relatado pela pesquisa é que as memórias pessoais também estão guardadas em equipamentos eletrônicos. A maioria das fotos, por exemplo, encontra-se na memória do computador, por isso, os momentos registrados são mais facilmente esquecidos. Essas memórias, infelizmente, podem ser facilmente roubadas ou perdidas. Além disso, a mídia utilizada pode tornar-se ultrapassada, prejudicando a visualização de determinado registro.

Assim sendo, a pesquisa serve de alerta para as mudanças de hábitos e a estimulação constante do nosso cérebro. É importante salientar que o computador ou o smartphone não pode substituir a nossa memória e que as informações importantes neles contidas podem ser perdidas em fração de segundos. Além disso, no que diz respeito às memórias pessoais, é fundamental que as experiências vividas sejam mais bem aproveitadas e deixem de ser apenas um arquivo de computador.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Publicidade

Dica de Português

Redação

Redação

Baleia Azul

Baleia Azul

Por que vacinar?

Atualidades