Texto -A +A

Filtração a vácuo

Química

A filtração a vácuo é um método de separação de misturas heterogêneas que ocorre com uma velocidade maior do que uma filtração comum.
Publicidade

A filtração é um método de separação muito utilizado tanto na indústria quanto no dia a dia das pessoas. Trata-se de um método de separação de misturas heterogêneas que tem por objetivo separar o componente sólido não dissolvido em um determinado solvente.

A filtração à vácuo, por sua vez, é uma filtração como outra qualquer, porém é realizada sem a presença de ar (por isso, a expressão “a vácuo”), o que torna esse método muito mais rápido do que uma filtração comum. Além de ser uma filtração mais rápida, a filtração a vácuo também apresenta equipamentos de laboratório específicos.

Veja os equipamentos utilizados nesse tipo de filtração:

→ Kitassato: equipamento de vidro que apresenta formato de pirâmide e contém duas saídas, sendo uma na parte de cima e a outra na parte lateral.

Equipamento utilizado para recolher o conteúdo líquido em uma filtração a vácuo
Equipamento utilizado para recolher o conteúdo líquido em uma filtração a vácuo

→ Funil de büchner: é um funil feito de porcelana que apresenta vários orifícios, como se fosse uma peneira.

Funil utilizado em uma filtração a vácuo
Funil utilizado em uma filtração a vácuo

→ Bomba de vácuo: trata-se de um equipamento elétrico capaz de criar vácuo no interior de um recipiente puxando o ar de dentro dele.

→ Papel de filtro: papel que é colocado dentro do funil de Büchner.

O processo de funcionamento de uma filtração a vácuo é muito simples. Inicialmente, liga-se a bomba de vácuo (seta azul na imagem disposta mais a seguir). O equipamento de vácuo promove um força de sucção (seta amarela) na saída lateral da bomba, onde se localiza uma mangueira que liga a bomba até o kitassato. A força de sucção provocada na mangueira faz com que o ar do interior do kitassato comece a ser puxado em direção à bomba. Assim, depois de certo tempo, não há ar no interior do kitassato. Por fim, adiciona-se a mistura heterogênea no funil de büchner. O material sólido fica retido no papel de filtro localizado no interior do funil de büchner e o componente líquido cai no interior do kitassato. O esquema a seguir ilustra essa descrição do funcionamento da filtração a vácuo:

Conjunto de materiais para a realização de uma filtração a vácuo
Conjunto de materiais para a realização de uma filtração a vácuo

A filtração a vácuo ocorre de forma mais rápida porque, ao cair no interior do kitassato, o líquido não encontra a resistência do ar. Recorre-se a esse processo de filtração quando não se dispõe de muito tempo de espera ou quando a mistura heterogênea apresenta partículas sólidas não muito grandes, formando um material pastoso.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Publicidade

Dúvida Verbal

Inscrições abertas!

Fies

Palácios do Brasil

Curiosidades

Você Sabia?