Texto -A +A

Filtração a vácuo

Química

A filtração a vácuo é um método de separação de misturas heterogêneas que ocorre com uma velocidade maior do que uma filtração comum.
Publicidade

A filtração é um método de separação muito utilizado tanto na indústria quanto no dia a dia das pessoas. Trata-se de um método de separação de misturas heterogêneas que tem por objetivo separar o componente sólido não dissolvido em um determinado solvente.

A filtração à vácuo, por sua vez, é uma filtração como outra qualquer, porém é realizada sem a presença de ar (por isso, a expressão “a vácuo”), o que torna esse método muito mais rápido do que uma filtração comum. Além de ser uma filtração mais rápida, a filtração a vácuo também apresenta equipamentos de laboratório específicos.

Veja os equipamentos utilizados nesse tipo de filtração:

→ Kitassato: equipamento de vidro que apresenta formato de pirâmide e contém duas saídas, sendo uma na parte de cima e a outra na parte lateral.

Equipamento utilizado para recolher o conteúdo líquido em uma filtração a vácuo
Equipamento utilizado para recolher o conteúdo líquido em uma filtração a vácuo

→ Funil de büchner: é um funil feito de porcelana que apresenta vários orifícios, como se fosse uma peneira.

Funil utilizado em uma filtração a vácuo
Funil utilizado em uma filtração a vácuo

→ Bomba de vácuo: trata-se de um equipamento elétrico capaz de criar vácuo no interior de um recipiente puxando o ar de dentro dele.

→ Papel de filtro: papel que é colocado dentro do funil de Büchner.

O processo de funcionamento de uma filtração a vácuo é muito simples. Inicialmente, liga-se a bomba de vácuo (seta azul na imagem disposta mais a seguir). O equipamento de vácuo promove um força de sucção (seta amarela) na saída lateral da bomba, onde se localiza uma mangueira que liga a bomba até o kitassato. A força de sucção provocada na mangueira faz com que o ar do interior do kitassato comece a ser puxado em direção à bomba. Assim, depois de certo tempo, não há ar no interior do kitassato. Por fim, adiciona-se a mistura heterogênea no funil de büchner. O material sólido fica retido no papel de filtro localizado no interior do funil de büchner e o componente líquido cai no interior do kitassato. O esquema a seguir ilustra essa descrição do funcionamento da filtração a vácuo:

Conjunto de materiais para a realização de uma filtração a vácuo
Conjunto de materiais para a realização de uma filtração a vácuo

A filtração a vácuo ocorre de forma mais rápida porque, ao cair no interior do kitassato, o líquido não encontra a resistência do ar. Recorre-se a esse processo de filtração quando não se dispõe de muito tempo de espera ou quando a mistura heterogênea apresenta partículas sólidas não muito grandes, formando um material pastoso.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Publicidade

Dica de Português

Abre dia 29

SiSU

Pleonasmos

Dicas de Física

Diretas Já