Texto -A +A

O que são aspas?

O que é Português?

O que são aspas? Você sabe quando usar esse sinal de pontuação? Este texto ensina como utilizar corretamente esse recurso da língua portuguesa.
Publicidade

A língua portuguesa é repleta de regrinhas gramaticais que, muitas vezes, deixam os falantes um pouco confusos. Um dos aspectos da gramática que, comumente, são atingidos por inconvenientes desvios é a pontuação. As regrinhas de pontuação pouco são evidenciadas na oralidade, visto que, quando falamos, utilizamos outros recursos para marcar esses sinais, tais como entonação de voz e gestos. Dessa forma, imagine a nossa dificuldade em empregar corretamente na escrita algo que pouco acessamos para utilizar na língua na forma mais recorrente, que é a fala. Não é uma tarefa das mais fáceis.

Foi pensando nisso que a equipe do Brasil Escola decidiu produzir este texto. A nossa intenção é tornar mais acessíveis os casos de uso de um dos sinais de pontuação que mais geram confusão na língua escrita: as aspas (indicadas pelos sinais “”).

Quando empregar corretamente as aspas:

Caso 1: Em citações, declarações e transcrições.

Leonardo Sakamoto, jornalista e cientista político, alerta-nos sobre o perigo da disseminação de mentiras pela rede (internet). O autor destacou em seu texto que esse cenário “talvez seja um dos maiores desafios que teremos nos próximos anos.”

Ainda bem que nunca me disseram para ser “gauche na vida”. (“gauche na vida”: expressão retirada do poema “Sete Faces” de Carlos Drummond de Andrade).

Como declarou Marx: “As revoluções são a locomotiva da história.”

→ “Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.” (Machado de Assis, Verba Testamentária, 1882.)

Caso 2: Quando desejamos marcar ironia ou destacar uma palavra ou expressão usada fora do contexto habitual.

Os filhos dele são “supereducados”. No final da festa, foi uma briga danada. (ironia)

No meu horário da faculdade tem uma “janela”. (“janela”, nesse caso, significa que há um horário vago entre outros dois horários de aula.)

Caso 3: Quando desejamos enfatizar o sentido de alguma palavra ou expressão.

O “não” que eles escutaram foi bem claro.

Caso 4: Quando utilizamos estrangeirismos, neologismos e gírias.

A equipe de avaliadores entregará o “feedback” na próxima semana.

Aquela gente é um bando de “falsiane” (“falsiane” é uma gíria utilizada para caracterizar pessoas que não são confiáveis.).

Carlos foi só “laranja” naquele esquema.

Caso 5: Quando indicamos o nome de obras literárias ou artísticas, títulos de textos jornalísticos ou de palestras e apresentações.

O professor Wilton, autor de “Cotidianas transgressões”, estará aqui no próximo mês.

Foi incrível observar de perto “O grito”, de Munch.

Ontem eu passei o dia todo no simpósio. “O estilo parisiense e suas influências na moda contemporânea” foi uma ótima palestra.

Observação: nesses casos, você poderá optar por não utilizar as aspas e marcar as palavras em itálico (quando a letra fica levemente inclinada para a direita). Nessa situação, os dois recursos, itálico e aspas, não devem ser empregados ao mesmo tempo. Você deve escolher apenas um.

- A obra “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, é um clássico na literatura brasileira.

OU

- A obra Dom Casmurro, de Machado de Assis, é um clássico na literatura brasileira.

Aspas simples

As aspas simples são sinais utilizados para indicar trechos do texto que já está entre aspas.

→ E Marina achava graça da situação: “Aquele rapaz é um 'amor' de pessoa.”


Por Mariana Pacheco
Graduada em Letras

Publicidade

Dica de Português

Vestibulares 2018

Agenda

Pleonasmos

Dicas de Física

Diretas Já