Texto -A +A

O que é adjetivo?

O que é Português?

O adjetivo flexiona-se em gênero, número e grau, caracteriza ou particulariza o substantivo, com quem mantém relação direta, e pode ser simples, composto, primitivo ou derivado.
Publicidade

O adjetivo é uma classe de palavras variável, pode flexionar-se em relação ao gênero (biforme ou uniforme), ao número (singular e plural) e ao grau (comparativo e superlativo). Sua principal função é acompanhar o substantivo, dando-lhe características ou apresentando algo que o particularize.

Classificação:

Quanto à classificação, os adjetivos podem ser simples (apresentam um radical), composto (mais de um radical), primitivos (quando formam outras palavras) e derivados (quando existem a partir de outras palavras). Acompanhe os exemplos:

  1. Adjetivo simples: brasileiro

  2. Adjetivo composto: ítalo-brasileiro

  3. Adjetivo primitivo: azul

  4. Adjetivo derivado: azulado

Adjetivos pátrios:

Os adjetivos também são usados para indicar nacionalidade ou origem, para isso, referem-se a cidades, países e estados. Nesse caso, são classificados como adjetivos pátrios. Exemplos:

Acreano – do estado do Acre.

Alagoano – do estado de Alagoas.

Goiano – do estado de Goiás.

Fluminense – do estado do Rio de Janeiro.

Carioca – da cidade do Rio de Janeiro.

Goianiense – da cidade de Goiânia.

Flexão de gênero:

Existem adjetivos que serão usados tanto para acompanhar substantivos masculinos quanto femininos, sendo eles classificados como uniformes, pois têm uma só forma para indicar o gênero, ou seja, não há masculino e feminino. Entretanto, há adjetivos que são flexionados quanto ao gênero, sendo chamados de biformes (duas formas, uma para o masculino e outra para o feminino).

Adjetivos biformes: estranho, ativo, belo, português, chorão, ateu.

Adjetivos uniformes: frágil, ruim, exemplar.

  • Nos adjetivos compostos por dois adjetivos, somente o segundo sofre flexão de gênero. Se for composto por um adjetivo e um substantivo, e este for o segundo elemento, será invariável.

Ex.: Cidadão luso-brasileiro.
       Cidadã luso-brasileira.

       Camisa amarelo-ouro
       Cinto amarelo-ouro.

Flexão de número:

O adjetivo simples concorda com o substantivo em número, entretanto, se for um adjetivo composto por dois adjetivos, apenas o segundo elemento vai para o plural. No entanto, se for composto por um adjetivo e um substantivo, e este for o segundo elemento, não haverá variação de número.

Ex.: Rapaz surdo-mudo.
       Rapazes surdo-mudos.

       Uniforme amarelo-canário.
       Uniformes amarelo-canário.

Flexão de grau:

Os adjetivos podem caracterizar o substantivo de forma normal, ou seja, sem ênfases, mas também podem imprimir intensidade às características do substantivo. Por isso, quanto ao grau, os adjetivos classificam-se em: comparativo e superlativo.

I. Comparativo: No grau comparativo, a mesma característica é atribuída a dois ou mais seres, portanto o comparativo pode ser de igualdade, superioridade e inferioridade.

Comparativo de igualdade: Maria Luiza é tão inteligente quanto João.

Comparativo de superioridade: Maria Luiza é mais inteligente que João.

Comparativo de inferioridade: Maria Luiza é menos inteligente que João.

II. Superlativo: Aqui não há comparação entre os seres, a característica dada pelo adjetivo é absoluta ou relativa, ou seja, algo ou alguém se destacará na multidão.

Superlativo relativo: Neste caso, o adjetivo é atribuído a um ser que possui uma característica que o destaca em relação a todos os outros. Esta pode ser de superioridade ou de inferioridade.

Exemplos: Eu sou a mais exigente da minha turma. (superioridade)
                 Você é a menos atenta da classe. (inferioridade)

Superlativo absoluto: Aqui as características serão destacadas com uma característica extra: a ideia de excesso. Quando utiliza um advérbio é chamado de analítico, quando usa um sufixo, de sintético.

Exemplos: Você é muito chato! (analítico)
                 Você é chatíssimo. (sintético)

  • Atenção: Sintaticamente, os adjetivos desempenham as funções de adjunto adnominal (quando acompanham o substantivo) e de predicativo do sujeito ou do objeto (quando caracterizam o sujeito ou o objeto).


Por Mayra Pavan
Graduada em Letras

Publicidade

Dica de matemática

Encceja

Encceja

Curiosidades

Geografia

Você Sabia?