Texto -A +A

O que é Reforma Protestante?

O que é História?

A Reforma Protestante ocorreu na Europa, no século XVI, e teve grande impacto no campo religioso.
Publicidade

Entre os principais acontecimentos da Idade Moderna, em especial do século XVI, está o fenômeno da Reforma Protestante. Tal como o Renascimento Cultural, que teve amplo impacto no âmbito das artes e da ciência na Europa, a Reforma Protestante promoveu uma grande transformação do pensamento religioso na Europa, bem como incitou grandes reviravoltas políticas associadas a essas transformações no campo religioso. Entre os principais representantes do protestantismo, estão Martinho Lutero e João Calvino.

Martinho Lutero (1483-1546), apesar de ter sido precedido por alguns medievais, como o inglês John Wycliffe (1330 – 1384), foi o primeiro membro da Igreja Católica a romper decididamente com essa instituição ao fixar as suas 95 teses na capela de Wittemberg, na Alemanha. Essas teses combatiam a prática da venda de indulgências (absolvição dos pecados ainda em vida, na Terra) por parte de alguns membros do clero. Lutero concebia que a aquisição de indulgências por parte do fiel não poderia lhe garantir a salvação eterna sem que fossem acompanhadas de penitências, isto é, o fiel não poderia considerar-se plenamente salvo apenas por uma simples absolvição de um sacerdote.

O pensamento de Lutero teve repercussão imediata na Alemanha (nos principados que compunham o que hoje chamamos de Alemanha) e não demorou muito para que se alastrasse para outras regiões da Europa. Muitos desses principados, antes integrados com o Sacro Império Romano-Germânico, aproveitaram-se para adotar o luteranismo e assim se dissociar da Igreja e o Sacro Império. Muitos camponeses alemães organizaram revoltas tendo como ponto de partida as teses protestantes. Essas medidas acabaram por deflagrar um gigantesca guerra civil, que atravessaria o século.

Um dos personagens históricos mais intensamente afetados, do ponto de vista religioso e intelectual, pelas teses protestantes foi o francês João Calvino (1509-1564). Calvino tornou-se amplamente conhecido na França e Suíça a partir da década de 1530. Lá desenvolveu suas próprias teses protestantes, entre elas as prerrogativas da salvação pela fé e boas obras, bem como a questão da predestinação. Essas ideias tiveram lastro também na Inglaterra, onde se formaria o Puritanismo, e nos Estados Unidos – herdeiros dessa vertente protestante inglesa.

Foi na Inglaterra também que se desenvolveu um caso muito particular de reforma protestante, o Anglicanismo, fundado pelo rei Henrique VIII (1509-1547), na década de 1530, como forma de protesto à Igreja Católica, que o impedia de divorciar-se. Partindo de interesses pessoais, a Igreja Anglicana preservou alguns traços da Igreja Católica, contudo transformando muitos dos seus dogmas.


Por Me. Cláudio Fernandes

Publicidade

Dica de Português

29 de maio

SiSU

Pleonasmos

Dicas de Física

Diretas Já