Texto -A +A

O que é Antiguidade?

O que é História?

Parte da periodização da História da Humanidade, a Antiguidade é dividida entre Clássica e Oriental, apresentando uma perspectiva histórica europeia.
Publicidade

Antiguidade, ou Idade Antiga, é o nome dado ao período da História da Humanidade compreendido entre o fim do Neolítico, por volta de 4.000 a.C., e a queda do Império Romano do Ocidente, em 476 d. C. A definição da existência de uma Antiguidade foi realizada por povos europeus, mostrando uma concepção histórica específica desses povos.

O início da Antiguidade é associado à invenção da escrita, que ocorreu inicialmente na Mesopotâmia por volta de 4.000 a.C.. Foi a invenção da escrita que dividiu ainda a História da Pré-história, indicando ainda que, de acordo com essa concepção de divisão periódica, onde não há escrita, não há história.

Essa perspectiva buscava assinalar uma suposta superioridade europeia e de alguns povos asiáticos que contribuíram para a formação da Europa sobre outros povos que não utilizavam da escrita, como diversos povos africanos, americanos e asiáticos. Nessa perspectiva, só há história se existe a escrita. Se hoje utilizamos essa perspectiva, é uma herança da colonização europeia em diversos locais do mundo.

A Antiguidade é ainda dividida entre Antiguidade Oriental e Antiguidade Clássica.

A Antiguidade Oriental refere-se à história das civilizações egípcia, mesopotâmica, fenícia e hebraica. Essas civilizações compõem o que os povos europeus que fizeram a divisão histórica chamaram de Oriente. Elas foram civilizações que habitaram o norte da África e o Oriente Médio, ou Oriente Próximo (próximo à Europa), na região do Mar Mediterrâneo. Essas civilizações foram incluídas no estudo histórico europeu em virtude dos contatos estabelecidos com as civilizações europeias, principalmente no aspecto econômico e cultural.

A Antiguidade Clássica refere-se principalmente às civilizações grega e romana, que estariam na gênese da formação da civilização europeia. As culturas grega e romana foram as principais fontes da formação do Ocidente, com sua filosofia, artes plásticas, ciência e também a própria forma de se fazer a História, em face dos trabalhos de historiadores como Heródoto, Tucídides e Tito Lívio.

É possível perceber que nessa divisão histórica ficaram excluídas civilizações tão antigas quanto as que foram citadas, como a civilização chinesa. Pelo fato de não terem estabelecido contato com os europeus, os ocidentais, e não terem participado de sua formação econômica e cultural, a civilização chinesa não é inserida na Antiguidade.

Por outro lado, civilizações pré-colombianas na América, mesmo estando localizadas no ocidente geográfico, também não são inseridas nos estudos da Antiguidade, em razão de também não terem tido contato com os povos europeus. Porém, a expansão marítima europeia a partir do século XV proporcionou aos europeus chegarem às Américas, dizimarem grande parte das civilizações que habitava o continente, transformando-o em parte do Ocidente, além de incluí-lo, a partir desse momento, em sua história.


Por Me. Tales Pinto

Publicidade

Água x Incêndios

Inscrições

ProUni

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Dica de redação

Dica de Redação

Dica

Curiosidades do sono