Texto -A +A

O que é Megalópole?

O que é Geografia?

A megalópole é uma região formada por várias grandes cidades interligadas entre si em forma de uma rede estrutural.
Publicidade

Megalópole é um termo elaborado para designar uma região ou área superurbanizada, que congrega em torno de si uma articulação entre metrópoles, regiões metropolitanas e pequenas cidades, concentrando boa parte da população e dos serviços de um país. A expressão foi criada em 1960 pelo geógrafo francês Jean Gottmann (1915-1994) para classificar a região dos Estados Unidos que envolvia as cidades de Boston, Washington D. C. e Nova York.

É importante compreender que o conceito de megalópole não envolve somente o espaço de uma cidade ou sua população ou até a interligação urbana de uma região metropolitana. Em outros conceitos, como o de metrópole, encontramos designações mais específicas voltadas para o grau de complexidade ou a quantidade populacional urbanos. Porém, no termo “megalópole”, há o envolvimento de uma região ou área que abrange não tão somente várias grandes cidades, mas uma complexa ligação econômica, social e cultural, complexidade essa responsável por constituir uma densa rede urbana.

O termo megalópole costuma ser confundido com o conceito de megacidade. No entanto, essas expressões designam questões totalmente distintas, haja vista que a segunda faz referência a uma cidade com mais de 10 milhões de habitantes.

No Brasil, existe uma megalópole envolvendo uma grande área que vai da Grande São Paulo a Grande Rio de Janeiro, perpassando pelas regiões da Baixada Santista e do Vale do Paraíba. Trata-se de uma área densamente urbanizada e industrializada que, apesar de envolver apenas 0,5% do território nacional, concentra 23% da população e boa parte das riquezas produzidas pelo país.

Localização da Megalópole Rio-São Paulo, na região Sudeste do país
Localização da Megalópole Rio-São Paulo, na região Sudeste do país

Só nos Estados Unidos existem três megalópoles, mas é no Japão que se encontra a maior delas. Ela estende-se de Tóquio até a cidade de Kitakyushu, envolvendo também a metrópole de Osaka. Essa megalópole abriga mais de 80% da população japonesa e cerca de 85% das indústrias do país, formando um dos centros mais densamente urbanizados de todo o planeta.

É importante lembrar, porém, que essas áreas não são constituídas apenas por atividades e práticas urbanas. Há também espaços rurais, com atividades agropecuárias intensivas, geralmente constituídas por tecnologias avançadas e um intenso processo de mecanização, naquilo que se denomina por agroindústria.

As megalópoles podem ser consideradas como a expressão espacial mais flagrante do processo de globalização e difusão da Revolução Técnico-científica Informacional, revelando como as técnicas e as tecnologias contribuem para transformar as ações humanas no processo de produção do espaço geográfico.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Publicidade

Dica de Português

Vestibulares 2018

Agenda

Pleonasmos

Dicas de Física

Diretas Já