Texto -A +A

O que é expectativa de vida?

O que é Geografia?

O que é expectativa de vida? Trata-se do número médio de anos que a população de um país viverá.
Publicidade

Expectativa de vida, também chamada de esperança de vida, é o número médio de anos que a população de um país pode esperar viver, caso sejam mantidas as mesmas condições de vida vivenciadas no momento do nascimento. A expectativa de vida está bastante relacionada com a qualidade de vida que um país possui, já que fatores como educação, saúde, assistência social, saneamento básico, segurança no trabalho, índices de violência, ausência ou presença de guerras e de conflitos internos influenciam-na diretamente.

Como a expectativa de vida de um país é influenciada por diferentes condições, ela nem sempre foi a mesma. Ao longo da história, ela variou de acordo com as condições de vida apresentadas, diminuindo em épocas de conflitos e pestes e aumentando de acordo com a elevação dos padrões de vida da população. A Revolução Industrial, iniciada a partir do século XVIII, foi um marco na evolução das taxas de expectativa de vida em todo o mundo, uma vez que o progresso da medicina e o surgimento de infraestruturas de saneamento básico e higiene resultantes do desenvolvimento industrial foram responsáveis pela redução acentuada das taxas de mortalidade mundiais, o que provocou um grande crescimento demográfico e, consequentemente, o aumento da expectativa de vida no mundo todo.

Atualmente, as expectativas de vida nos países desenvolvidos tendem a ser maiores que as dos países subdesenvolvidos, pois o desenvolvimento econômico desses países, na maioria das vezes, é acompanhado de altos padrões de vida, o que eleva a expectativa de vida da população. Isso, infelizmente, não é visto em países em que a vulnerabilidade social e econômica é elevada. Essa realidade pode ser notada nas taxas de expectativa de vida* de países desenvolvidos e subdesenvolvidos do ano de 2015. Enquanto as expectativas de vida em países como Japão (89,79 anos), Suíça (82,50 anos), França (81,75 anos), Espanha (81,57 anos) e Alemanha (80,57 anos), todos países desenvolvidos, ficaram acima de 80 anos, nos países subdesenvolvidos, como Nigéria (53,02 anos), Moçambique (52,94) e Afeganistão (50,87), elas sequer chegaram aos 60 anos.

A expectativa de vida também é desigual em relação ao gênero. As mulheres apresentam uma expectativa de vida maior que a dos homens na maioria dos países. Isso acontece em virtude de diversos fatores, como:

  • a maior procura da mulher por atendimento médico. Por esse motivo, as doenças podem ser diagnosticadas ainda no início, o que resulta em uma menor mortandade entre as mulheres;

  • as elevadas taxas de criminalidade entre os jovens do sexo masculino, o que aumenta as taxas de mortalidade dos homens nessa faixa etária;

  • atividades pesadas e de alta periculosidade são mais realizadas por indivíduos do sexo masculino, o que resulta em um maior número de acidentes de trabalho envolvendo homens.

No Brasil, a expectativa de vida dos brasileiros tem crescido progressivamente ao longo dos anos. Em 54 anos, segundo o IBGE, a expectativa de vida brasileira cresceu 26,6 anos, passando de 48 anos, em 1960, para 74,6 anos, em 2014. Esse fato demonstra que o desenvolvimento do país nas últimas décadas tem melhorado a qualidade de vida da população e isso tem impactado a expectativa de vida. Além disso, o Brasil também apresenta diferenças em relação às expectativas de vida femininas e masculinas. De acordo com IBGE, a expectativa de vida da mulher foi sete anos maior do que a estimativa masculina no ano de 2013, acompanhando, assim, a tendência mundial.

NOTA

* Os dados das expectativas de vida do Japão, Suíça, França, Espanha, Alemanha, Nigéria, Moçambique e Afeganistão são da CIA *


Por Thamires Olimpia
Graduada em Geografia

Publicidade

Água x Incêndios

Inscrições

ProUni

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Dica de redação

Dica de Redação

Dica

Curiosidades do sono