Texto -A +A

O que é espaço geográfico?

O que é Geografia?

O espaço geográfico reúne os resultados das atividades humanas, sendo produto e agente do processo de construção e transformação das sociedades.
Publicidade

O espaço geográfico é o meio utilizado e transformado pelas atividades humanas. Em termos gerais, ele se difere do espaço natural, em função do fato de o último não sofrer diretamente as consequências das práticas econômicas, sociais, culturais e cotidianas presentes nas sociedades e envolvendo tanto o meio rural quanto o meio urbano.

Na verdade, existem vários conceitos de espaço geográfico, variando conforme a abordagem e a corrente de pensamento empregada. Em alguns casos, ele é visto como um “receptáculo”, um palco das atividades humanas; em outros, ele é concebido como uma conjunção de elementos da natureza, sendo também conceituado como reflexo e condicionante das práticas sociais.

Milton Santos, em seu livro A Natureza do Espaço, afirma que “o espaço é formado por um conjunto indissociável, solidário e também contraditório de sistemas de objetos e sistemas de ações, não considerados isoladamente, mas como o quadro único no qual a história se dá”[1]. Sendo formado por objetos e por ações, ele se insere e se estrutura a partir da lógica de produção, em que objetos naturais propiciam um espaço natural que, por meio das técnicas, transforma-se em objetos tecnológicos que modificam e são modificados pelo meio.

Sendo assim, o espaço geográfico constrói-se a partir da transformação dos elementos naturais pelas práticas antrópicas. Por isso, ele guarda consigo as marcas históricas das civilizações e suas transformações ao longo do tempo, haja vista que novas construções e reconstruções estão sempre acontecendo, porém não de forma igualitária ao longo da extensão das sociedades.

É importante, porém, que não se confunda o conceito de espaço geográfico com o de paisagem. Afinal, as paisagens também se diferenciam entre as naturais e as geográficas, pois elas formam a expressão externa do espaço. Basicamente, podemos entender que a paisagem é o espaço apreendido pelos nossos sentidos (visão, olfato, tato, audição e paladar).

Além da paisagem, outro conceito que também é relevante para a compreensão do espaço é o de território. Esse, por sua vez, também possui várias definições, sendo a mais empregada aquela que se refere às relações de poder. Assim, o território é visto, grosso modo, como uma porção do espaço delimitada pela propriedade ou pelo exercício de um determinado poder ou soberania. A exemplo do território do Brasil, do qual o Estado brasileiro é soberano, ou o território dos traficantes, em que cada área é considerada o domínio de um determinado indivíduo.

Outra importante noção, nesse contexto, é a de região. Essa, em linhas gerais, pode ser compreendida como uma divisão ou delimitação do espaço geográfico realizada a partir de um critério previamente estabelecido. Por exemplo, podemos dividir a área de uma cidade em diferentes regiões a partir do nível médio de renda da população de cada setor, o que permitiria uma melhor compreensão de cada lugar e o estabelecimento de políticas públicas específicas para cada região.

Por fim, podemos destacar, a partir da compreensão do espaço geográfico, o conceito de lugar. Esse é entendido, em uma análise mais compreensiva da realidade, como o espaço percebido pelos indivíduos, com destaque para uma relação de afetividade, identidade e pertencimento. Por exemplo: a casa onde eu moro, a fazenda onde passei a infância, o parque de diversões que sempre frequentei, o meu bairro, entre outros.

Portanto, podemos perceber que a compreensão do espaço é uma questão ao mesmo tempo complexa e importante, cabendo à Geografia o estabelecimento de métodos científicos de sistematização e análise. Vale lembrar que as definições apresentadas acima não necessariamente representam a opinião de todos os geógrafos, sendo apenas as conceituações mais aceitas ou utilizadas, havendo, nesse ínterim, vários debates, contestações e sínteses.

______________________

[1] SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4. ed. 2. reimpr. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006. p.39.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Publicidade

Curiosidades

Enem 2017

Enem

Atualidades

Índios do Brasil

Índios do Brasil

Baleia Azul

Baleia Azul