Texto -A +A

O que é bioma?

O que é Biologia?

Compreender o que é um bioma e conhecer as espécies que nele vivem é fundamental para a criação de medidas que visam à conservação dessas áreas.
Publicidade

O bioma pode ser definido, segundo o IBGE, como “um conjunto de vida vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e que podem ser identificados a nível regional, com condições de geologia e clima semelhantes e que, historicamente, sofreram os mesmos processos de formação da paisagem, resultando em uma diversidade de flora e fauna própria.” Esse termo provém do grego Bio = vida e Oma = grupo ou massa e foi utilizado pela primeira vez, segundo alguns autores, por Shelford. Para outros, o termo foi criado por Clements.

Importância da preservação

Existem diferentes biomas no Brasil e no mundo, cada um com suas espécies características e algumas vezes únicas. Por ser uma região natural que engloba toda a biodiversidade de uma área, além de fornecerem recursos para a população da região, os biomas devem ser protegidos e usados de maneira adequada.

O que se percebe, no entanto, é um crescimento descontrolado das grandes cidades, desmatamento, avanço de propriedades agrícolas e rurais nas áreas selvagens, além do uso indiscriminado dos recursos naturais dos biomas. Apesar de o desenvolvimento ser necessário, é importante desenvolver maneiras para que ele ocorra de maneira sustentável. Para que a preservação aconteça, alguns locais são protegidos por lei e constituem as Unidades de Conservação.

Biomas Brasileiros

No Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, existem seis biomas distintos:

A Amazônia é o maior bioma brasileiro
A Amazônia é o maior bioma brasileiro

  • Amazônia: É o maior de todos os biomas brasileiros e engloba a maior bacia hidrográfica do mundo. Além de ocupar um grande território, destaca-se pelo número de espécies, que, segundo alguns autores, equivale à metade de todas as espécies do planeta aproximadamente.

Além disso, estima-se que a Amazônia detenha um terço de toda a madeira tropical do planeta. É conhecida também pela grande quantidade de insetos e pela grande variedade de macacos e aves.

  • Caatinga: é um bioma rico em biodiversidade e que ocupa cerca de 11% do território nacional, predominantemente na região Nordeste. Sua vegetação é característica, com plantas suculentas e cheias de espinhos, adaptações ao clima seco da região.

  • Cerrado: É o segundo maior bioma da América do Sul e destaca-se por seu grande endemismo (presença de espécies exclusivas da região) e perda rápida da vegetação, o que fez dele um hotspot. O Cerrado pode ser comparado às savanas localizadas na África e Austrália. A principal característica da vegetação dessa região são as árvores com troncos retorcidos e cascas grossas.

A caatinga apresenta vegetação adaptada ao clima seco
A caatinga apresenta vegetação adaptada ao clima seco

  • Mata Atlântica: É constituída por várias formações florestais e alguns ecossistemas associados. Sua biodiversidade é impressionante, mesmo após o bioma ter sido amplamente fragmentado. Alguns autores indicam, por exemplo, que existem cerca de 20.000 espécies de plantas na Mata Atlântica, número superior, por exemplo, ao de toda a Europa. É uma das áreas mais ricas em biodiversidade do planeta e, infelizmente, é um dos biomas mais devastados do país.

  • Pampa: Esse bioma é restrito ao Rio Grande do Sul e caracteriza-se, principalmente, por ser formado por uma vegetação herbácea e arbustiva.

  • Pantanal: Mesmo sendo o menor bioma brasileiro, é uma das maiores extensões de área úmida do planeta. É uma região de ligação entre o Cerrado, o Chaco e a Amazônia.

ATENÇÃO: Não confunda bioma com biota. Esse último termo refere-se apenas aos seres que vivem em uma determina região.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Publicidade

Água x Incêndios

Inscrições

ProUni

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Dica de redação

Dica de Redação

Dica

Curiosidades do sono