Texto -A +A

O que é bioluminescência?

O que é Biologia?

A bioluminescência consiste na produção de luz fria e visível pelos seres vivos.
Publicidade

Com toda a certeza você já observou um vaga-lume brilhando durante a noite. Ele, assim como alguns peixes, moluscos, fungos, dinoflagelados e mosquitos, possui uma interessante característica: a bioluminescência. Essa característica diz respeito à capacidade de um ser vivo de produzir luz fria e visível.

A bioluminescência está relacionada com a defesa e atração de parceiros de muitas espécies. Em fungos, alguns pesquisadores acreditam que ela seja apenas consequência do processo de obtenção de alimento por esses seres, outros afirmam que ela serve para atração de insetos que transportam esporos.

De maneira geral, a luz é gerada graças a uma enzima chamada de luciferase, por meio de uma reação exotérmica. Essa enzima é capaz de oxidar uma substância denominada luciferina. Na realização desse processo é liberada energia que emite luz. É importante destacar que luciferina é o nome de qualquer substância capaz de dar origem à bioluminescência, sendo distinta nos diversos tipos de organismos capazes de emitir luz.

A maioria dos seres vivos bioluminescentes é marinha. Eles emitem luz de cores variáveis, sendo o azul o mais comum. Nesses animais, geralmente a função relaciona-se com proteção contra predadores, podendo o animal até mesmo se camuflar ou lançar substâncias que despistam o predador. Entre as espécies marinhas que apresentam bioluminescência, podemos citar o peixe-lanterna, um peixe que habita águas profundas.

A bioluminescência atualmente é usada na medicina com a chamada proteína fluorescente verde (GFP), além de algumas luciferases que são usadas como marcadores. A GFP é uma proteína retirada de águas-vivas bioluminescentes que emite fluorescência verde quando irradiada com uma luz azul. Ela é utilizada para marcar vírus e bactérias, por exemplo, e observá-los através da fluorescência emitida, rastreando assim as infecções. Também é possível marcar leucócitos durante processos inflamatórios. Pela descoberta da GFP e trabalhos desenvolvidos no campo da medicina, os pesquisadores Osamu Shimomura, Martin Chalfie e Roger Tsien ganharam o prêmio Nobel de Química em 2008.

Além do campo médico, o homem tem tentado utilizar as luciferinas das mais variadas formas, inclusive para melhorar a iluminação pública. Alguns pesquisadores sugeriram criar árvores bioluminescentes, pois elas emitiriam a luz e, assim, os gastos com iluminação pública seriam diminuídos.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Publicidade

Pleonasmos Viciosos

Fique esperto!

Enem

Dinossauros

Você Sabia?

Curiosidades