Texto -A +A

Oração sem sujeito

Gramática

A oração sem sujeito apresenta verbos impessoais, os quais não se referem a uma pessoa do discurso.
Publicidade

É bastante comum ouvirmos que os termos essenciais da oração são o sujeito e o predicado. Entretanto, essa informação não é verdadeira, isso porque existem orações que não admitem sujeito, pois apresentam verbos impessoais. Como o próprio nome sugere, os verbos impessoais são aqueles que não se referem a uma pessoa do discurso.

Analise os exemplos abaixo:

  • muitas pessoas aqui na sala ainda...

  • Choveu praticamente durante a noite toda.

  • dias que não chove.

  • Nevou muito em julho deste ano.

Após a leitura dos enunciados, é possível observarmos que os verbos impessoais, grifados de vermelho, não são determinados por um termo específico da oração, sendo assim, não são flexionados em número e pessoa e que o foco é a ação verbal, a qual não é atribuída a nenhum sujeito.

Vejamos quais são os casos mais comuns de orações sem sujeito:

a) Verbos intransitivos que indicam fenômenos da natureza:

  • Amanhecer (Bom dia, já amanheceu!)

  • Anoitecer (Parece que demorou para anoitecer hoje.)

  • Trovejar (Trovejou muito nessa madrugada)

b) Verbos relacionados aos fenômenos da natureza ou às expressões temporais:

  • Ser (Isso é melhor do que aquilo)

  • Estar (Está frio hoje.)

  • Fazer (Faz cinco meses que comecei a malhar.)

  • Haver ( dois meses parei de fumar.)

Por não haver sujeito nas orações, os verbos impessoais permanecem na terceira pessoa do singular.

 

Por Ma. Luciana Kuchenbecker Araújo

Publicidade

Água x Incêndios

Treineiros

Enem

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Dica de redação

Dica de Redação

Dica

Curiosidades do sono