Texto -A +A

O que é trombose venal profunda?

Doenças e patologias

A trombose venal profunda é uma doença potencialmente grave causada pela formação de coágulos no interior das veias profundas.
Publicidade

A trombose venal profunda, também conhecida como trombose venosa profunda, é uma doença que ocorre quando um coágulo sanguíneo, também chamado de trombo, se desenvolve dentro de um vaso sanguíneo venoso profundo. O trombo obstrui a passagem total ou parcial de sangue, impedindo sua circulação normal e criando um grave problema para toda a circulação sanguínea do organismo.

A trombose venal profunda é uma condição séria e relativamente comum. Geralmente o trombo responsável pela obstrução do sangue se forma na panturrilha, podendo ocorrer também nas coxas e ocasionalmente nos membros superiores. Seu desprendimento pode trazer complicações em curto e longo prazo. Em curto prazo, o desprendimento do trombo pode se deslocar até o pulmão, obstruindo uma artéria e provocando o que chamamos de embolia pulmonar, que pode levar à morte. Em longo prazo, o desprendimento desse trombo pode causar insuficiência venosa crônica ou síndrome pós-flebítica, causada pela destruição das veias, responsáveis por levar o sangue venoso de volta ao coração.

O desenvolvimento da trombose venal profunda pode estar relacionado a três causas:

- Diminuição na velocidade da circulação sanguínea, como em pessoas que ficam acamadas por longo período de tempo; pessoas que ficam sentadas por muito tempo em uma mesma posição (em frente ao computador, viagens longas);

- Ocorrência de rupturas na parede interna do vaso que propiciam a formação de trombos, como em traumas, infecções e medicações endovenosas;

- Aumento de suscetibilidade do sangue à formação de coágulos, como durante a gravidez, com o uso de anticoncepcionais, e em pessoas que têm diabetes e doenças do sangue.

Embora, na maioria das vezes, seja assintomática, algumas pessoas podem apresentar sintomas, como inchaço, dor, calor, vermelhidão, rigidez da musculatura na região onde está o trombo, cor mais escura da pele, endurecimento do tecido subcutâneo, eczemas e úlceras.

O diagnóstico dessa doença é feito através do histórico do paciente e de exames de laboratório e imagem, comoa ressonância magnética, a flebografia e o ecodoppler colorido. O diagnóstico precoce dessa doença previne complicações mais sérias e o risco de sequelas.

O tratamento da trombose venal profunda é feito a partir de medicamentos anticoagulantes (como a heparina e awarfarina) e fibrinolíticos que ajudam a dissolver os trombos. Há casos em que a intervenção cirúrgica se faz necessária.

A melhor forma de prevenir a trombose venal profunda é utilizar medicações anticoagulantes em baixas doses (para pacientes que ficam muito tempo de repouso); fazer atividades físicas; não fumar; e manter o peso adequado.

Pessoas que ficam um longo período de tempo sentadas em uma mesma posição devem sempre caminhar para que o sangue circule mais rapidamente e evite o desenvolvimento de trombos. Uma pesquisa feita pelo Instituto Malaghan de Pesquisas Médicas, da Nova Zelândia, revelou que quem fica horas seguidas em frente ao computador, sem fazer pausas, tem mais propensão a desenvolver a trombose venal profunda.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Publicidade

Síndrome de Tourette

Saiu o Gabarito!

Enem

Miragens no Frio

Mito ou Verdade?

Curiosidades