Texto -A +A

Amidalite

Doenças e patologias

A amidalite é uma inflamação das amídalas, estruturas localizadas na garganta que possuem função de defesa no nosso organismo.
Publicidade

A amidalite é uma inflamação das amídalas que provoca, principalmente, dor de garganta. É uma inflamação comum na infância e juventude, sendo uma das causas mais comuns de febres em crianças.

O que são as amídalas?

As amídalas, também chamadas de tonsilas ou amígdalas, são estruturas ovais presentes nos dois lados da garganta. São formadas por tecido linfoide, revestido por epitélio, e protegem o nosso corpo contra infecções por meio da produção de linfócitos B.

Causas da amidalite

As amidalites podem ser causadas por vírus, bactérias ou pela associação entre os dois organismos. As infecções causadas por vírus são as mais comuns e atingem as pessoas normalmente quando a temperatura está mais baixa. Entre os vírus que podem desencadear esse problema, destaca-se o adenovírus, que também provoca o resfriado comum. Já a amidalite bacteriana é ocasionada principalmente pelo Estreptococo do grupo A.

Sinais e sintomas da amidalite

O paciente com amidalite pode apresentar aumento dos linfonodos do pescoço, dor de garganta, mau hálito, febre de intensidade variável, dificuldade para engolir alimentos, rubor e aumento das amídalas e presença de placas de pus na região das amídalas e faringe. Vale frisar que os sinais e sintomas variam de acordo com o agente causador e não necessariamente todos os problemas descritos são apresentados pelo paciente.

Tratamento da amidalite

O tratamento para a amidalite está sujeito ao agente causador, sendo necessária, portanto, uma avaliação atenta por parte dos médicos. Quando o problema é causado por vírus, por exemplo, a recomendação é o uso de medicamentos (analgésicos e anti-inflamatórios) que aliviem os sintomas até que o próprio organismo do paciente controle a infecção. Já quando a amidalite é provocada por bactérias, faz-se necessário o uso de antibióticos.

O tratamento inadequado ou sem recomendação médica pode expor o paciente a consequências mais graves. No caso da amidalite bacteriana, por exemplo, o quadro pode evoluir para febre reumática e glomerulonefrite (inflamação dos rins). Além disso, o uso de antibióticos de maneira desordenada pode aumentar as chances de surgimento de superbactérias.

Remoção das amídalas

A retirada das amídalas é recomendada em dois casos: quando elas provocam a obstrução das vias aéreas ou quando quadros de amidalite ocorrem com muita frequência. Normalmente a indicação é feita quando uma pessoa possui mais de sete casos de inflamação por ano.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Publicidade

Dica de matemática

Encceja

Encceja

Curiosidades

Geografia

Você Sabia?