Texto -A +A

Método da temperatura basal

Biologia

O método da temperatura basal é um tipo de método contraceptivo que exige disciplina e atenção da mulher para medir a temperatura diariamente.
Publicidade

Os métodos contraceptivos são formas de evitar uma gravidez indesejada e atuam, portanto, no planejamento familiar. Eles devem ser escolhidos de acordo com a condição financeira do casal, a vontade dos parceiros de usar determinado método, a facilidade de utilizar a técnica, além dos efeitos colaterais e da vontade ou não de ter outros filhos.

Os métodos comportamentais são escolhidos normalmente por pessoas que apresentam alergias ou restrições ao uso de outros métodos, tais como os de barreira e os hormonais. Eles não desencadeiam efeitos colaterais, além de não apresentarem custos, uma vez que são baseados, principalmente, na abstenção sexual no período fértil.

Um desses métodos comportamentais é o da temperatura basal, que se baseia na análise da temperatura do corpo a fim de detectar o período fértil. Essa medida deve ser feita diariamente, para a confecção de gráficos, e com o corpo em repouso (após, no mínimo, seis horas de sono).

A temperatura deve ser medida sempre com o mesmo termômetro para evitar variações. Em caso de quebra, deve ser anotada no gráfico a mudança de material. O local para verificar a temperatura pode ser oral, retal ou vaginal e deve ser o mesmo para todo o ciclo.

Durante o ciclo da mulher, no momento da ovulação, forma-se o corpo amarelo, que secreta estrógeno e progesterona. Essa última está relacionada com o aumento da temperatura em alguns décimos de grau, em virtude do seu efeito termogênico. Para confirmar que essa fase teve início, é importante que a mulher perceba se houve diferença de, no mínimo, 0,2ºC entre uma temperatura e outra.

Quando a temperatura aumenta, significa que a mulher está em seu período fértil e deve, portanto, evitar a relação sexual. A relação pode acontecer apenas após quatro dias de elevação constante de temperatura. Vale frisar que os níveis mais altos de temperatura permanecerão até a próxima menstruação.

O método da temperatura basal, assim como todo método contraceptivo, apresenta riscos de falha. Nesse caso, esse índice varia de 2% a 5%. Essa falha aumenta caso a mulher não tenha disciplina, não saiba medir sua temperatura corretamente, faça uso de bebidas alcoólicas, tenha problemas para dormir e esteja passando por problemas emocionais e estresse. Vale destacar que algumas mudanças no que diz respeito à saúde, como uma gripe ou resfriado, podem causar mudanças na temperatura e, consequentemente, alterar o gráfico.

Atenção: Esse método não protege contra contaminação por HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Publicidade

Pleonasmos Viciosos

Está Chegando!

Enem

Dinossauros

Você Sabia?

Curiosidades