Texto -A +A

Ecologia

Biologia

A Ecologia é a ciência que estuda as relações dos seres vivos entre si e destes com o meio.
Publicidade

A Ecologia é a parte da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e destes com o meio. O termo, que foi usado pela primeira vez em 1866 por Ernest Haeckel, vem da junção de duas palavras gregas: Oikos, que significa casa, e logos, que quer dizer estudo. Assim sendo, ecologia significa o “estudo da casa” ou o “estudo do habitat dos seres vivos”.

Ciência ampla e complexa, a Ecologia preocupa-se com o entendimento do funcionamento de toda a natureza. Assim como vários outros campos de estudo da Biologia, ela não é uma ciência isolada. Para entendê-la, é necessário, por exemplo, conhecer um pouco de Evolução, Genética, Biologia Molecular, Fisiologia e Anatomia.

Subdivisões da Ecologia

De uma maneira geral, a Ecologia pode ser subdividida em dois tipos: a autoecologia e a sinecologia. Na autoecologia, o estudo volta-se para uma determinada espécie ou indivíduo, analisando-se, principalmente, seu comportamento e os mecanismos adaptativos que garantem a sua sobrevivência em determinado meio. Já a sinecologia faz uma análise mais ampla, analisando grupos de organismos que interagem entre si e com o meio. Fica claro, portanto, que a autoecologia e a sinecologia detêm-se sobre diferentes níveis de organização.

Níveis de organização em Ecologia

O estudo de Ecologia baseia-se em quatro níveis principais de organização, que obedecem a um arranjo hierárquico que agrupa sistemas mais simples até os mais complexos. Veja os níveis estudados em Ecologia:

População: conjunto de organismos de uma mesma espécie que vivem juntos em uma determinada área e apresentam maiores chances de reproduzir-se entre si do que com outros indivíduos de outras populações.

Comunidades: conjunto de populações de uma determinada região.

Ecossistema: conjunto formado pela comunidade e os fatores abióticos.

Biosfera: nível mais amplo e autossuficiente que corresponde a todos os seres vivos do planeta, abarcando as relações deles entre si e com o meio ambiente.

Independente do nível de organização estudado, compreender o meio em que o organismo vive é essencial no estudo da ecologia. Assim sendo, ao escolher uma espécie para análise, os ecólogos preocupam-se em conhecer seu habitat e seu nicho ecológico, ou seja, o local onde a espécie vive e seu papel naquela comunidade.

Outro ponto importante da Ecologia e que envolve todos os níveis de organização é a compreensão das relações existentes entre os seres vivos. As relações ecológicas demonstram como as diferentes espécies interagem e como os indivíduos de uma população comportam-se.

Por que é importante estudar Ecologia?

Ao estudar a Ecologia, os ecólogos conseguem visualizar de maneira clara como as espécies interagem entre si e conseguem coexistir em determinado ambiente, além de conseguir informações para a compreensão dos motivos que levam uma espécie a viver em uma área e a ausentar-se de outros locais. Também é possível compreender como uma espécie é capaz de influenciar uma determinada comunidade e os impactos gerados por ela. Por meio dessas análises, é possível fazer previsões a respeito do futuro de determinadas espécies e as consequências das mudanças nos padrões de uma comunidade.

É importante destacar também que a Ecologia é fundamental para a compreensão do futuro do planeta. A partir do momento que entendemos as espécies e suas necessidades, conseguimos analisar claramente como nossas atividades influenciam o meio. Sendo assim, o entendimento da Ecologia e a conscientização da população podem ajudar a garantir um futuro sustentável para o planeta.

Veja alguns dos principais tópicos estudados em ecologia:

- Cadeia alimentar

- Ciclos biogeoquímicos

- Ecossistema

- Bioma

- Habitat e Nicho Ecológico

- Mudanças climáticas

- Níveis tróficos

- Pirâmides ecológicas

- Poluição

- Problemas ambientais brasileiros

- Relações ecológicas interespecíficas e intraespecíficas.

- Sucessão ecológica

- Unidades de conservação


Por Ma. Vanessa dos Santos

Artigos Ecologia

10 atitudes que podem salvar o planeta

A relação entre impactos ambientais e o surgimento de doenças

Agentes Poluidores do Ar

Publicidade

Água de lastro e suas ameaças em potencial

Água de reúso

Água de reúso para consumo humano

Amensalismo e parasitismo

Aposematismo

Aproveitamento da água das chuvas

Aquecimento global e a extinção de espécies

Aterro Sanitário

Bactérias na medicina, meio ambiente e alimentação

Bentos

Biogeografia

Cadeia Alimentar

Cadeia e teia alimentar

Camuflagem

Canibalismo

Cerrado

Chorume

Ciclo da água

Ciclo do Carbono

Ciclo do fósforo

Ciclo do Nitrogênio

Ciclo do Oxigênio

Ciclos biogeoquímicos

Classificação biológica

Classificação dos ambientes marinhos

Coleta seletiva em casa

Colônia: uma relação ecológica

Comensalismo

Como participar da Rio+20

Competição

Componentes do ecossistema

Composição do ar

Comunidades Marinhas

Conceitos a respeito de Ecologia

Conceituando Bioma

Constituição da água

Constituição do Solo

Consumo consciente

Contaminação ambiental por agrotóxicos

Contaminação dos alimentos

Convenção de Basileia

Decomposição

Despoluição de rios

Dia Internacional das Florestas

Dicas para economizar água

Diferença entre água poluída e água contaminada

Espécies invasoras

Estratégias para enfrentar a crise de água no mundo

Eutrofização

Flora

Galápagos, anos após a visita de Charles Darwin

Habitat e nicho ecológico

Herbivoria

Hora do Planeta 2016

Húmus

Impactos ambientais da transposição de rios

Impactos ambientais do acidente em Mariana (MG)

Importância das bactérias para a manutenção da vida

Inquilinismo

Introdução ao Cerrado brasileiro

Mata Atlântica

Mata Atlântica e a Estação Ecológica de Jureia - Itatins

Mimetismo

Mudanças climáticas

Mutualismo

Nécton

Níveis tróficos

O Arquipélago de Galápagos perde George Solitário

O Brasil e a economia verde

O Brasil e a Rio+20

O Governo brasileiro na Rio+20

O que é desenvolvimento sustentável e economia verde

O que o Brasil espera da Rio+20

Ônibus movido a hidrogênio

Pantanal Mato-Grossense

Pegada hídrica e a produção de alimentos

Pinheirais

Pirâmides ecológicas

Plâncton

Plástico comestível

Poluição

Poluição da Água

Poluição da atmosfera

Poluição do solo

Poluição sonora

Poluição térmica

População e comunidade

Predatismo

Problemas ambientais brasileiros

Protocooperação

Reciclagem

Reciclagem de metais

Relações ecológicas

Relações interespecíficas

Relações intraespecíficas

Rio+20

Saúde e poluição atmosférica

Sete desastres ecológicos causados pelo homem no mundo

Simbiose

Sociedade

Sucessão ecológica

Teia alimentar

Unidades de Conservação

Unidades de Conservação de Uso Sustentável

Unidades de Proteção Integral

“Três erres” e mais alguns

Publicidade
Últimas Notícias